Ir para o conteúdo Ir para o menu principal

11 de Abril de 2018

Abril Marrom: confira cuidados essenciais para a sua saúde ocular

Medidas simples como lavar as mãos antes de tocar os olhos ou de trocar maquiagens podem fazer toda diferença no bem-estar dos seus olhos

Descrição da imagem: foto de uma mulher realizando exame de vista. Ela está com o rosto apoiado em um aparelho que emite uma luz alaranjada em seu olho. Ao lado esquerdo da foto há o título "Abril Marrom".

A Fundação Dorina continua com ações dedicadas ao Abril Marrom. Em apoio à campanha, conversamos com a ortoptista, especialista em baixa visão e coordenadora da Área de Educação Inclusiva da Fundação Dorina Nowill para Cegos, Eliana Cunha Lima, para compartilhar dicas simples e preciosas para você cuidar da saúde dos seus olhos.

De acordo com a especialista, é fundamental que todo recém-nascido faça o teste do olhinho até 48h após o nascimento, possibilitando o diagnóstico precoce do glaucoma, da catarata e de outras doenças oculares. “É importante que as crianças façam exame oftalmológico durante o primeiro ano de vida, não só para detectar doenças, mas, também, verificar se é necessário o uso de óculos”, acrescenta.

Descrição da imagem: banner virtual em formato retangular em tons de verde claro com a frase "Saiba como cuidar da saúde dos seus olhos - Acesse". Do lado direito há a foto do olho de uma pessoa.

No caso dos adultos, entre outros cuidados, a ortoptista recomenda a medida da pressão intraocular a partir dos 40 anos. “Também é fundamental o controle dos níveis de glicose no sangue, com o objetivo de evitar o surgimento da diabetes, ou o tratamento adequado nos casos diagnosticados”, afirma Eliana.

A importância do Abril Marrom também pode ser explicada em números. De acordo com os dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), dos mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual no Brasil, aproximadamente 6 milhões apresentam baixa visão e 500 mil são cegos.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que as principais causas de deficiência visual nos brasileiros são: catarata, glaucoma, retinopatia diabética, cegueira infantil e degeneração macular (comprometimento de parte da retina).

Outros cuidados

Os cuidados com a saúde dos olhos são benéficos para qualquer pessoa, seja ela cega, com baixa visão ou vidente. Medidas simples, como lavar as mãos antes de tocar os olhos ou de trocar maquiagens e toalhas, reduzem, e muito, o risco de pegar conjuntivite, por exemplo.

“Também é importante lembrar que a saúde ocular de cada pessoa pode depender de cuidados específicos, e para isso é necessário o acompanhamento periódico com um oftalmologista”, alerta Eliana.

Para outras dicas de cuidados com a saúde, fique de olho no Facebook da Fundação Dorina.