Ir para o conteúdo Ir para o menu principal

14 de novembro de 2017

Dia Mundial do Diabetes alerta para a prevenção e cuidados com a doença

Terceira maior causa de morte no Brasil, o diabetes também é responsável por graves doenças cardiovasculares, ortopédicas e oculares.

Descrição da imagem: foto de um letreiro de madeira formando a palavra Diabetes. Ao redor há várias outras letras espalhadas. Fim da descrição.

Considerada uma das doenças crônicas que mais avança entre a população mundial, a diabetes atinge, hoje, mais de 13 milhões de pessoas no Brasil. Metade desses diabéticos não sabe que possui o problema, e a outra metade não se trata ou o faz de forma incorreta.

A diabetes é caracterizada pelo aumento de açúcar no sangue, devido ao pâncreas que não produz insulina suficiente ou à insulina que não age bem no organismo. A insulina é responsável pelo transporte da glicose do sangue para dentro da célula, que serve como fonte de energia. Quando não há insulina, a quantidade de glicose no sangue aumenta, provocando alterações no metabolismo e problemas como visão turva, dificuldade de cicatrização e cansaço.

Existem dois tipos de diabetes:

A tipo 1, que é uma doença autoimune, geralmente aparente na infância e adolescência, mas que também pode ser diagnosticada em adultos. O desencadeamento de diabetes tipo 1 é geralmente repentino e pode incluir sintomas como sede excessiva, rápida perda de peso, cansaço inexplicável, má cicatrização e visão embaçada.

E a tipo 2, que ocorre quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de açúcar no sangue. Esse tipo é causado principalmente pela obesidade, é mais comum em adultos e possui os mesmos sintomas que a diabetes tipo 1, porém menos evidentes. Em alguns casos é necessário o uso de insulina e/ou outros medicamentos.

Para esclarecer algumas dúvidas sobre a doença e sua relação com a saúde ocular, conversamos com a Dra. Eliana Cunha, coordenadora da Área de Educação Inclusiva da Fundação Dorina. Confira:

Qual é o impacto da diabetes na saúde dos brasileiros?

A diabetes é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a 3ª maior causa de morte no Brasil. É considera causadora de doenças cardiovasculares, ortopédicas e oculares.

Deficiência visual e diabetes, qual é a relação entre elas?

Cerca de 50% das pessoas com diabetes desenvolverão algum grau de retinopatia diabética ao longo da vida. O paciente diabético tem quase 30 vezes mais chance de tornar-se cego do que um paciente não diabético.

Como deve ser feita a prevenção da diabetes em crianças, jovens e adultos?

Conhecer bem a diabetes, adotar uma alimentação saudável e equilibrada, praticar exercício físico de forma regular, controlar periodicamente os níveis de glicemia no sangue e tomar a medicação quando prescrita pelo médico.

Quais cuidados em relação à saúde ocular são importantes ao tratarmos a diabetes?

Aguardar a baixa da visão para encaminhar o paciente ao oftalmologista pode causar perda irreversível e decréscimo substancial na qualidade de vida do paciente com diabetes. Embora o exame periódico e o tratamento da retinopatia não eliminem todos os casos de perda visual, reduzem consideravelmente o número de pacientes cegos pela doença.

 

Eliana Cunha, coordenadora da Área de Educação Inclusiva / Fundação Dorina Nowill para Cegos, mestra e doutoranda em Psicologia da Educação /PUC-SP, ortoptista graduada e pós graduada em distúrbios visuais pela Escola Paulista de Medicina –UNIFESP, especialista em Visão Subnormal / Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e orientadora Familiar/ Universidade de Navarra –Espanha.  

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.