Ir para o conteúdo Ir para o menu principal

Cristian

Todo mundo ama o Cris!

Ajude-nos a contar mais histórias como estas. Faça uma doação

Pelo menos uma vez por semana recebemos a visita de um carinha  muito carismático aqui na Fundação Dorina – o Cristian! Ele tem apenas cinco anos, mas é cheio de atitude!

Sabe qual foi a primeira coisa que o Cris disse quando chegou aqui? “Quero aprender a ler em braille! Que dia vamos começar?” Pois é! O menino contagia a todos com seu sorriso e entusiasmo!

Descrição da imagem: foto de Cris no colo de sua mãe, Cristiane. Ambos são retratados da cintura pra cima e exibem um largo sorriso com os olhos semicerrados. Ao fundo, em segundo plano, está a terapeuta Nanci Hara, que observa os dois e também sorri. Eles estão em uma sala da Fundação Dorina equipada com aparelhos e móveis domésticos, como fogão, geladeira, armários e mesa de cozinha. Fim da descrição.
Cris e sua mãe Cristiane chegam à Fundação Dorina para mais um atendimento com a terapeuta ocupacional Nanci Hara

A deficiência visual se manifestou logo nos primeiros dias de vida. Ainda na maternidade, a mãe percebeu que os olhos do bebê estavam sempre lacrimejando.

“Os médicos achavam que era coisa da minha cabeça, pois o irmão mais velho do Cristian nasceu com deficiência intelectual e eles pensavam que eu estava preocupada demais”, conta Cristiane.

Só que 20 dias depois os olhinhos do menino começaram a ficar esbranquiçados, e então constataram o glaucoma.

“Fiquei espantada porque sempre achei que glaucoma só afetava idosos, mas sempre fui muito grata por ter meu filho, independente de qualquer deficiência”, diz.

Antes de completar três anos, Cris já havia feito três cirurgias para tentar salvar a visão, mas nada adiantou. Os médicos então recomendaram que a família o trouxesse à Fundação Dorina para que o menino iniciasse sua habilitação.

Descrição da imagem: foto de Cris abotoando sua sandália. Ele está sentado de perfil com o rosto encostado no joelho e o pé direito sobre a cama. Ao seu lado, à esquerda na foto, está a terapeuta Nanci Hara. Ela também está de perfil, orientando o menino. Fim da descrição.
A Terapia Ocupacional ajuda Cris a realizar suas tarefas com autonomia, como manusear objetos e se vestir sozinho

Hoje o atendimento que Cris recebe na Fundação Dorina é dividido em três partes: Terapia Ocupacional, Pedagogia e Acompanhamento Psicológico. Esse suporte é essencial para que ele consiga realizar suas atividades do cotidiano, possa ser alfabetizado em braille e se desenvolva como qualquer outra criança.

Sucesso

Cristian tem um longo caminho pela frente! E nós temos certeza de que, com o apoio necessário, ele poderá desfrutar de uma infância plena e saudável para continuar fazendo o que mais gosta: brincar com o irmão mais velho Hiago, cuidar do Pantera (seu gato de estimação =^.^=) e ir para a escolinha, onde tem “mais de mil amigos”, segundo ele. Alguém duvida? Nós não.

Toca aqui, Cris! 😉

Descrição da imagem: GIF animado. Cris e Nanci batam as palmas das mãos. Os dois estão de perfil e sorriem. Fim da descrição.

Quer saber como você também pode fazer parte da história do Cris e muitas outras crianças com deficiência visual?  Deixe seu telefone AQUI   e ligamos para você, ou faça uma doação online   e financie nosso trabalho!

 

Para conhecer mais histórias de vida acesse nosso acervo