Utilizamos cookies!

Olá! Nós utilizamos cookies para melhorar a experiência dos nossos usuários e usuárias ao navegar por nossos sites. Ao continuar utilizando nossos serviços online, entenderemos que você estará contente em nos ajudar a construir uma sociedade mais inclusiva e aceitará nossos cookies.

Para conferir como cuidamos de seus dados e sua privacidade, acesse nossa Política de Privacidade.

Kássia

Tecnologia e independência

Ajude-nos a contar mais histórias como estas. Faça uma doação

Clique no player abaixo para ouvir o depoimento da Kássia com recursos sonoros especiais ou leia o texto na íntegra logo em seguida!

“Meu nome é Cássia, tenho 18 anos, e faço reabilitação aqui na Fundação Dorina. Eu uso bastante o celular no dia a dia e facilita bastante, em todos os quesitos.

Com ele eu tenho acesso a banco, a GPS que me ajuda a andar sozinha na rua, redes sociais, fazer pesquisas entre outros. E hoje, com a falta de informação , muitas pessoas acham  que as pessoas com deficiência não conseguem ter acesso a tecnologia, às vezes acham até que estão mentindo por estar ali mexendo no celular.

Então isso gera muita curiosidade. Eu acho que essa luta da dona Dorina para trazer  a tecnologia para nós, pessoas com deficiência visual, foi fundamental  para nossa independência, eu acho bem legal a Fundação Dorina nesse projeto, nesse curso que ajuda pessoas a terem acesso à tecnologia, a saber como  utilizar esses aparelhos  que são tão importantes  para a independência da pessoa com deficiência”

Dorina 100 anos

Esta é uma das 13 histórias que ilustram o Calendário Acessível 2019 da Fundação Dorina, que celebra o centenário de sua fundadora. Dorina Nowill faria 100 anos no dia 28 de maio de 2019.

Hoje, a instituição que leva seu nome oferece atendimento gratuito nas áreas de Reabilitação, Educação Inclusiva e Empregabilidade para milhares de pessoas cegas ou com baixa visão, além de possuir uma das maiores gráficas braille do mundo.

Para conhecer mais histórias de vida acesse nosso acervo