Ir para o conteúdo Ir para o menu principal

Nícolas

Os primeiros passos de uma criança cega

Ajude-nos a contar mais histórias como estas. Faça uma doação

O pequeno Nícolas ainda estava na barriga da mãe quando os médicos detectaram algo incomum. Tudo estava perfeito no ultrassom: os batimentos cardíacos, a cabeça, os membros… mas os olhinhos estavam menores do que o esperado.

Algumas consultas depois foi constatada a microftalmia nos dois olhos – uma condição genética rara em que os globos oculares não se desenvolvem como deveriam.

“Quando recebi a notícia, logo no terceiro mês de gestação, foi um baque muito grande! Eu só queria que meu bebê nascesse com saúde, e por muito tempo fiquei me perguntando o que eu tinha feito de errado, não sabia o que seria do nosso futuro”, conta a mãe Bruna.

Pouco depois de completar um ano de vida, Nícolas estava fazendo terapia ocupacional em um hospital na comunidade de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, quando uma assistente social indicou os serviços de reabilitação gratuitos da Fundação Dorina para ajudar no desenvolvimento da criança.

Descrição da imagem: foto de Nícolas fazendo um exercício com a fisioterapeuta Danielle. Ele está ajoelhado e de perfil, com a mão apoiada em uma grande bola vermelha de borracha. A fisioterapeuta está ao seu lado, abaixada, olhando pra ele e sorrindo. Fim da descrição.
Os exercícios de mobilidade feitos com a fisioterapeuta Daniele são fundamentais para o desenvolvimento de Nícolas

“O Nícolas teve uma evolução muito grande nos últimos dois anos! Está cada vez mais esperto, falante e independente, e sei que ele pode se desenvolver ainda mais! Não há nada melhor do que ver o sorriso do meu filho dando os primeiros passinhos!”, diz Bruna.

A cada novo passo, Nícolas ganha mais confiança para trilhar seu futuro com autonomia e segurança, e nós ganhamos o dia! 😀

Faça parte!

Você pode mudar a vida de muitas outras crianças como o Nícolas! Quer saber como ajudar? Deixe seu telefone AQUI e ligamos para você, ou faça uma doação online e financie nosso trabalho!

Para conhecer mais histórias de vida acesse nosso acervo